(54) 2104-7600

Passo Fundo – RS

Geral: (54) 3314-6997
(54) 2104-7600
Suporte: (54)2104-7602
Comercial: (54) 2104-7606
Adm/Financeiro: (54)2104-7603

Porto Alegre – RS

(51) 3103-9974

São Paulo – SP

(11) 4349-3118

Belo Horizonte – MG

(31) 3360-7251

Curitiba – PR

(41) 3517-0910

Rio de Janeiro – RJ

(21) 2018-1123

FALE CONOSCO VIA:
                                       
SUPORTE AO CLIENTE
Atendimento Online

Acesso para cliente Alfasig

Acessar

Nosso E-mail

suporte@alfasig.com.br

Nossos Telefones

Passo Fundo – RS

(54) 2104-7600

Suporte: (54) 2104-7602

Porto Alegre – RS

(51) 3103-9974

São Paulo – SP

(11) 4349-3118

Belo Horizonte – MG

(31) 3360-7251

Curitiba – PR

(41) 3517-0910

Rio de Janeiro – RJ

(21) 2018-1123

Alfasig | Especializada na Emissão e Gerenciamento de Documentos Fiscais Eletrônicos

A importância de guardar e organizar documentos eletrônicos

27 de fevereiro de 2015

Por Adão Lopes | 25-02-2015 08:27:30

Tenho notado muitos artigos e ofertas de guarda de documentos eletrônicos, mais especificamente de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica). Entretanto, a maioria deles estão superficiais, com dados errôneos e, pasmem, não informando corretamente todos os documentos que precisam ser guardados e entregues ao fisco quando solicitados. Preocupa-me a desinformação que circula. Alerto das penalidades e multas severas, além do risco de prisão do empresário!

Primeiro vamos à legislação: para regulamentação dos documentos eletrônicos existem os Ajustes SINIEF nos termos do artigo 100, inciso IV, do Código Tributário Nacional, onde os convênios que entre si celebram a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, são normas complementares das leis, dos tratados e das convenções internacionais e dos decretos. Uma vez firmado um Convênio e Ajuste SINIEF entre dois ou mais Estados ou DF (Distrito Federal), o mesmo deverá ser ratificado (ou não) pelas respectivas Assembléias Estaduais. Só após aprovados legislativamente, os convênios passam a ter eficácia, pois é o Poder Legislativo de cada Estado e do Distrito Federal que, ratificando o Convênio, o estabelecem como válido naquele Estado ou DF. O mesmo se aplica aos municípios.

Tendo a fundamentação da legislação, a guarda dos documentos eletrônicos vai muito além da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica modelo 55, SINIEF 07/05), ela também se aplica aos outros documentos como, por exemplo, o CT-e (SINIEF 09/07), MDF-e (SINIEF 21/10), NFC-e, CC-e, além da NFS-e que depende da legislação de cada município.

Outra lei importante que não poderia deixar de mencionar é a de número 8.137 de 27.12.1990 do Código Tributário Nacional, onde estabelece crimes contra a ordem Tributária e podem render uma pena de dois a cinco anos de reclusão, mais a aplicação de multa, em seu artigo I (primeiro) que diz: \”Constitui crime contra a ordem tributária (…) negar ou deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada, ou fornecê-la em desacordo com a legislação.\”. Sim, pretendo alertar e informar os contribuíntes que precisam guardar seus documentos eletrônicos corretamente.

Tenha em mente três premissas base antes de guardar qualquer um desses documentos: primeiro verifique a assinatura digital do documento; confira a autenticidade do documento junto ao SEFAZ emissor; e averigue a existência da autorização de uso junto ao documento.

As ferramentas que somente guardam os documentos, ou que somente validam no momento do registro da operação e não acompanha seus eventos, é passível de erros e gera passivo fiscal às organizações. Ainda precisamos acrescentar mais um item importante na gestão dos documentos eletrônicos, que é a manifestação do destinatário (MD-e Ajuste SINIEF 05/12). Sim, a obrigatoriedade de guardar os documentos eletrônicos vai muito além da simples guarda de documentos.

Fonte: http://www.portalnovidade.com.br/
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Arquivo Digital

O Arquivo Digital é uma solução que realiza a recepção, validação, armazenamento e o gerenciamento completo de documentos fiscais eletrônicos (NF-e, CT-e, NFS-e, MDF-e e NFC-e) emitidos e recebidos pela empresa. Além disso, realiza automaticamente o download das NF-e, diretamente do portal nacional, para que a empresa faça a Manifestação do Destinatário (MD-e) e garanta posse de todos os documentos que foram emitidos contra o CNPJ dela.

A solução integra-se facilmente a qualquer software de gestão (ERP), podendo ser instalado em estrutura local ou web. Atende a todos os aspectos legais, auxiliando sua empresa a evitar multas por descumprimento de obrigações acessórias, além, de organizar os documentos fiscais para a Escrituração Fiscal Digital.

Saiba mais sobre o Arquivo Digital

Av. Presidente Vargas, 541, 2º andar - CEPV -
99070-000 - Passo Fundo - RS
Ver no mapa ››
Fone: +55 (54) 2104-7600
alfasig@alfasig.com.br